Entenda o papel de uma administradora de benefícios

Tempo de leitura: 6 minutos

A parceria com uma administradora de benefícios é uma prática cada vez mais comum nas grandes organizações. Essa vem se mostrando a melhor forma de gerenciar a concessão de benefícios de modo benéfico para todas as partes envolvidas – incluindo, é claro, a satisfação dos funcionários que usufruem dos benefícios concedidos.

No mês de junho de 2017 foram levantados dados sobre as operadoras de planos de saúde pela Agência Nacional de Saúde Suplementar. Do total de 47.383.248 milhões de beneficiários do setor de planos de saúde, 31.480.731 milhões estão vinculados a planos de saúde coletivos empresariais e 6.439.190 milhões em planos de saúde coletivos por adesão – ou seja, existe um total de 37.919.921 milhões de beneficiários em planos de saúde coletivos.

Isso apenas ilustra o papel que essas organizações estão exercendo no Brasil. Entretanto, é importante conhecer exatamente qual é o papel de uma administradora de benefícios para que você possa tirar o máximo dos seus serviços. É isso que veremos ao longo deste artigo!

O que é uma administradora de benefícios?

Antes de abordarmos o que uma administradora de benefícios tem a oferecer para a sua empresa, é importante conceituarmos o que é, de fato, uma administradora de benefícios, certo? Trata-se de uma pessoa jurídica especializada na viabilização e administração de planos de saúde e odontológicos para categorias profissionais e empresas.

O trabalho de contratação de planos de saúde e odontológico foi, por muito tempo, exercido pela empresa, conselho, sindicato ou associação profissional. Com o surgimento da administradora de benefícios, essa organização passou a ser responsável por esse serviço – o que provocou uma descentralização benéfica para as empresas.

Qual é o papel de uma administradora de benefícios?

Agora que já conhecemos o conceito de administradora de benefícios, é hora de entendermos melhor qual é o seu papel. Apesar de a administração de planos de saúde e odontológicos parecer simples e objetivo, as atividades desenvolvidas podem ter um grau de complexidade mais elevado. Por isso, vamos começar explorando quais são as atividades exercidas pelas administradoras de benefícios segundo a Associação Nacional das Administradoras de Benefícios (ANAB):

  • Avaliar o perfil dos associados da entidade representativa ou dos funcionários da empresa, identificar o plano mais adequado e sugerir modelo de gestão;
  • Prestar informações acerca dos direitos previstos na legislação de saúde suplementar para consumidores de planos de saúde coletivos;
  • Verificar os critérios de elegibilidade definidos pela empresa ou entidade representativa;
  • Apoiar a área de recursos humanos na gestão de benefícios do plano;
  • Definir com a empresa ou entidade representativa qual a rede de serviços de saúde e a área geográfica de interesse;
  • Controlar prazos de aceitação, devolução e reapresentação de propostas;
  • Receber as propostas de adesão;
  • Realizar a análise administrativa e documental das propostas;
  • Realizar a movimentação cadastral: inclusões, alterações e exclusões, de acordo com as regras previstas na legislação e no contrato;
  • Prestar suporte na emissão de boletos e no controle de pagamento das mensalidades;
  • Fazer a gestão dos arquivos físico e eletrônico das propostas e da documentação da movimentação cadastral;
  • Manter estrutura de ouvidoria e atendimento ao consumidor de plano de saúde coletivo;
  • Entregar o cartão de identificação do plano, o Manual de Orientação para Contratação de Plano de Saúde, o Guia de Leitura Contratual e a lista da rede de serviços de saúde.

Com base em todas essa gama de atividades, é possível destacarmos os benefícios de uma administradora de benefícios para a sua empresa e para os colaboradores. Veja só:

Benefícios para a empresa

  • Qualidade na contratação, implantação e gestão dos planos de saúde e odontológico dos seus colaboradores;
  • Ganho de tempo e produtividade ao descentralizar a atividade de administração de benefícios;
  • Sustentabilidade do benefício em longo prazo;
  • Possibilidade de encontrar o melhor custo/benefício para a empresa e seus colaboradores;
  • Otimização do trabalho realizado pelo setor de recursos humanos da organização.

Benefícios para os colaboradores

  • Recebimento de planos de saúde e odontológico de qualidade, atendendo às suas necessidades;
  • Agilidade e presteza na solução de eventuais problemas;
  • Estrutura de apoio para usufruir de todos os serviços disponibilizados.

A importância desse serviço para a sua empresa

E para a sua organização, qual será que é a importância de uma administradora de benefícios? Para que isso fique bem claro, teremos que resgatar os ganhos obtidos com uma boa gestão de benefícios e ressaltar como a administradora de benefícios pode otimizar a concessão de benefícios para os seus colaboradores.

A produtividade da sua empresa depende diretamente da qualidade do serviço prestado pelos funcionários, certo? Quanto mais satisfeitos e motivados estiverem os trabalhadores, maior será a produtividade. Porém, a satisfação dos colaboradores não está ligada apenas às recompensas financeiras, e sim a uma série de fatores – com grande destaque para a concessão de benefícios.

A concessão de benefícios é responsável não só pelo aumento da produtividade, mas também pela manutenção de um bom clima organizacional, retenção de talentos, diminuição da rotatividade, entre outros benefícios. Uma administradora de benefícios pode facilitar a obtenção de todos esses resultados. Veja só como esse serviço pode ser importante:

  • Concessão de um benefício essencial. Existe uma grande variedade de benefícios que podem ser concedidos aos colaboradores, mas aqueles relacionados à saúde são considerados essenciais – quase uma obrigação por parte da organização.
  • Redução de burocracias. Ao descentralizar as atividades relacionadas à administração dos planos de saúde e odontológico a sua empresa precisará se preocupar menos com as burocracias envolvidas nesse processo.
  • Ganho de qualidade. Deixar a administração de benefícios nas mãos de uma empresa especializada promove um ganho de qualidade no serviço contratado, aumentando ainda mais a satisfação dos colaboradores – e, por consequência, de toda a empresa.
  • Aumento da produtividade na gestão de pessoas. O setor de RH poderá se dedicar a outras atividades sem perder tempo com a contratação, implantação e gestão dos planos de saúde e odontológico.
  • Foco nas atividades-fim. O ganho de tempo promovido pela adoção de uma administradora de benefícios permite que a sua organização tenha mais foco na sua atividade-fim, otimizando os resultados obtidos.

Você já conhecia o papel de uma administradora de benefícios? Confira também o nosso e-book gratuito Guia prático de soluções empresariais: como escolher parceiros e fornecedores de sucesso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *